Tel Aviv Stock Exchange garante operação ininterrupta com tecnologias de armazenamento corporativo da Hitachi

Desafio: garantir que os ambientes virtualizados estejam sempre acessíveis, mesmo no caso de tempo de inatividade inesperado do sistema.

Solução: implementar uma solução de proteção de dados, continuidade de negócios e mobilidade contínua de dados a fim de manter os ambientes virtualizados altamente disponíveis.

Resultados

  • Redução do tempo de recuperação de desastre em mais de 95%.
  • Operação em tempo integral com failover automatizado.
  • Garantia de consistência e proteção de dados completas.

A Tel Aviv Stock Exchange tem plena confiança de que os sistemas de negócios podem ser executados em tempo integral, sem interrupção.

O desafio

Como a única bolsa de valores de Israel, a Tel Aviv Stock Exchange (TASE) tem uma importante função na economia nacional. A TASE lista mais de 470 empresas, das quais cerca de 50 também estão listadas em bolsas de valores internacionais, e fornece acesso contínuo a derivativos de ações, capital e negociação de títulos. Gerenciando mais de 10 milhões de transações em ações e títulos por dia, a TASE gerencia ativos que valem US$ 5,2 bilhões.

"Oferecendo uma ampla gama de serviços, a TASE é um ponto de compra de títulos completo em Israel", explica o vice-presidente sênior, CIO e chefe de operações do departamento de TI e operações da Tel Aviv Stock Exchange, Eldad Herstig.

"Como a TASE é tão essencial para a economia nacional, é importante evitar o tempo de inatividade. Nossa missão é manter as operações ininterruptas."

Tel Aviv Stock Exchange

Tel Aviv Stock Exchange

INDUSTRY

Finance

SOLUTIONS

Storage

Business Continuity and Continuous Data Mobility

Para garantir a operação ininterrupta, a TASE definiu um procedimento abrangente de continuidade dos negócios. O principal recurso desse procedimento é a capacidade de trabalhar em qualquer lugar, a qualquer hora.

"Usamos o VMware View Horizon para virtualizar servidores e uma VDI (Virtual Desktop Infrastructure - Infraestrutura de Desktop Virtual) que atende a mais de 400 estações de trabalho de funcionários", afirma Herstig. "No caso de desastre, nós simplesmente transferimos os ambientes do VMware vSphere e VDI para nosso local de recuperação de desastres e continuamos trabalhando normalmente. No entanto, durante o teste de rotina, reconhecemos um problema com a portabilidade das estações de VDI. A maioria das estações precisava de trabalho manual para serem ativadas, o que não era somente arriscado, mas também demorado. Isso significava que poderia levar mais de 13 horas para transferir esses ambientes completamente, interrompendo gravemente as atividades de negócios."

Com o cluster ativo/ativo da Hitachi, o failover é automatizado, de modo que colocar nossos sistemas virtualizados de volta em produção agora leva bem menos tempo. Isso significa que podemos nos recuperar do tempo de inatividade inesperado do sistema com muita rapidez e simplesmente continuar operando como de costume, o que minimiza o impacto sobre as atividades da TASE.
– Eldad Herstig, vice-presidente sênior, CIO e chefe de operações do departamento de TI e operações da Tel Aviv Stock Exchange

A solução

Na busca por um sistema de recuperação de desastre mais eficiente, a TASE lançou uma revisão estratégica de soluções de cluster ativo/ativo de alta disponibilidade. Após a avaliação das ofertas de diversos fornecedores importantes de armazenamento, a TASE escolheu uma solução abrangente de proteção de dados, continuidade de negócios e mobilidade contínua de dados da Hitachi Vantara.

Herstig comenta: "Temos uma excelente relação com a Hitachi, que soma mais de uma década. Como nossa principal provedora de armazenamento, a Hitachi Vantara tem conhecimento profundo dos sistemas da TASE e sabíamos que poderíamos confiar a ela esse projeto tão importante. Depois de concluir uma prova de conceito exigente, a equipe da Hitachi trabalhou em estreita colaboração conosco para implementar a solução e até contou com um especialista em desempenho para nos dar suporte em campo".

Sendo executados como um cluster ativo/ativo entre o local principal e os locais de recuperação de desastre, dois sistemas Hitachi Virtual Storage Platform G1000 com Hitachi SVOS (Storage Virtualization Operating System) e seus recursos de dispositivo global ativo fornecem continuidade de negócios completamente automatizada. No caso de tempo de inatividade inesperado do sistema em um local, a solução da Hitachi continua em execução ininterrupta, oferecendo precaução completa contra desastres, consistência de dados e proteção. Impressionada, a TASE também decidiu mover o software operacional, os dados de seu site e ambientes do Microsoft Exchange e Microsoft SQL Server para a solução de mobilidade e proteção de dados da Hitachi.

O resultado

Graças à solução de proteção de dados, continuidade de negócios e mobilidade contínua de dados da Hitachi Vantara, a TASE reduziu significativamente o tempo de failover entre seus dois locais. "Anteriormente, eram cerca de 13 horas para que todas as estações de trabalho de VDI estivessem funcionando", lembra Herstig. "Com o cluster ativo/ativo da Hitachi, o failover foi automatizado e reduzido em mais de 95%, agora levando apenas alguns minutos para colocar nossos sistemas virtualizados em produção novamente. Isso significa que podemos nos recuperar do tempo de inatividade inesperado do sistema com muita rapidez e simplesmente continuar operando como de costume, o que minimiza o impacto sobre as operações da TASE.

Ele continua: "A disponibilidade contínua, mesmo no caso de um desastre, significa que podemos operar 24 horas por dia, 365 dias no ano. Graças à configuração ativa/ativa, podemos garantir serviços em tempo integral e ficar tranquilos sabendo que os ambientes virtualizados e os dados corporativos correspondentes estarão disponíveis, mesmo no caso de uma catástrofe".

De acordo com Herstig, o failover dos ambientes VMware e VDI para o local de recuperação de desastre agora é um processo contínuo. Os usuários finais (persistentes e não persistentes) não precisam mais esperar que a TI ative estações de trabalho manualmente, pois podem continuar trabalhando sem interrupção. "Ao automatizar o processo de failover, a solução da Hitachi reduziu consideravelmente a demanda e a pressão sobre a equipe de armazenamento, e o feedback foi extremamente positivo", ele explica.

"Estamos muito satisfeitos com a solução de mobilidade e proteção de dados da Hitachi", conclui Herstig. "Realizamos tudo aquilo que nos propusemos a fazer: proteger nossos ambientes virtualizados, acelerar os tempos de recuperação e reduzir a intervenção manual nas tarefas de recuperação de desastre. Agora, queremos expandir a solução ativa/ativa para cobrir nossos sistemas de missão crítica a fim de garantir que possamos manter a comercialização, aconteça o que acontecer."

Você está no lugar certo!

Hitachi Data Systems, Pentaho e Hitachi Insight Group agora são uma só empresa: Hitachi Vantara.

Obtenha mais soluções e inovações em dados de um parceiro que você pode confiar.