Tendências populares de armazenamento que irão acabar: AFA e EFSS

Por: Hu Yoshida
CTO Global da Hitachi Data Systems.

Neste mercado competitivo da TI, estamos constantemente em busca de novas tecnologias. É tentador avançar sobre todas as novas oportunidades e estar constantemente na ponta de lança. Entretanto, várias dessas tecnologias podem vir a fracassar ou ter uma vida bastante curta até serem substituídas por soluções tecnológicas mais novas ou mais abrangentes. Infelizmente, quando isso acontece no mundo do armazenamento, em geral as pessoas ficam presas ao armazenamento isolado, com toneladas de dados que precisam ser migrados para se utilizar em plataformas tradicionais, novas e futuras. O cuidado necessário ao se escolher novas soluções tecnológicas de armazenamento consiste em garantir que há uma estratégia de longo prazo para a gestão, migração e retenção integradas de dados. Com a expansão explosiva dos dados, não dá para ficar preso em silos de armazenamento.

Aqui estão duas tendências de tecnologia de armazenamento que agora são populares mas que irão desaparecer tão logo os consumidores descubram a natureza de silos de sua implementação e percebam a carga que a manutenção de silos irá representar para os seus custos de gerenciamento de armazenamento.

Matrizes "All Flash": MAF

As matrizes "All flash" MAF, são matrizes de armazenamento que contêm somente media em formato flash. O raciocínio por trás das MFA se baseia em que elas fornecem um desempenho de nível flash para todos os dados nelas contidos, bem como um consume mais baixo de energia por capacidade do que matrizes tradicionais de discos rígidos ou matrizes híbridas contendo discos rígidos e flash. O problema com a MAF é que elas criam um silo de dados, que não é integrado ao resto do pool de gerenciamento de dados dos recursos de armazenamento. Funções de gerenciamento de dados, como proteção, replicação, segurança e privacidade de dados, loggings de eventos e arquivamento são realizados de modo separado, se tanto. Enquanto todos os dados irão contar com um desempenho de nível flash, a maior parte dos dados não irá necessitar desse tipo de desempenho. De fato, a maior parte dos dados não vai precisar de nenhum acesso, à medida em que vá envelhecendo. Os recursos flash devem ser integrados a uma plataforma de armazenamento empresarial de modo que seja parte do pool geral de gerenciamento de dados, e os dados possam ser automaticamente movidos a camadas de armazenamento mais baratas e duráveis. Os recursos flash e os discos rígidos não deveriam ser objeto de escolhas mutuamente exclusivas, quando uma matriz híbrida pode proporcionar o melhor dos dois mundos. Matrizes híbridas como a Hitachi HUS VM e a VSP G1000 podem ser instaladas como matrizes "all flash" com IOPs e throughput performance melhores que as MAF, a um TCO comparável e com integração complete em um pool comum de recursos de gerenciamento de dados. Visto que a Hitachi não fez um rebranding das plataformas all flash HUS VM ou a VSP G1000, você não verá esses produtos analisados no Gartner's Magic Quadrant para MAF.
Minha previsão é que o Mercado das MAF será deslocado por matrizes híbridas que proporcionam todos os benefícios do desempenho de nível flash integrados a uma plataforma de armazenamento empresarial.

Sincronização e Compartilhamento Empresarial Isolado: EFSS

A tendência dos dispositivos móveis como ferramentas de produtividade para trabalhadores do conhecimento empresariais criou a necessidade de sincronizar e compartilhar arquivos com segurança e administração empresarial unindo desktops internos e externos e os dispositivos móveis. Há uma necessidade clara por sincronização e compartilhamento empresarial, mas o enfoque que a maioria dos fornecedores adota é o fornecimento de soluções isoladas, não integradas ao gerenciamento dos dados empresariais. Isso cria silos como as MAF mencionadas acima. A Gartner publicou um relatório Magic Quadrant também para esse mercado (G00261766 2 de Jullho , 2014 Analistas: Monaco Basso, Jeffrey Mann, Charles Smulders), mas no primeiro parágrafo do relatório, sob o título de Premissas Estratégicas do Planejamento, eles afirmam: "Até 2017, menos de 10% dos fornecedores de EFSS de hoje irão oferecer produtos isolados, e o resto dos fornecedores será absorvido em mercados adjacentes, como os de colaboração, gerenciamento de conteúdos empresariais (ECM), mobilidade e armazenamento."
Este é o enfoque que a Hitachi Data Systems adotou desde o começo da HCP Anywhere. A HCP Anywhere é uma EFSS que viabiliza a sincronização e o compartilhamento de arquivos por desktops e dispositivos móveis onde quer que esteja o endpoint. A HCP Anywhere se baseia na Hitachi Content Platform, que é uma object store desenvolvida originalmente para se alinhar à capacidade de busca de um arquivo ativo e evoluiu para uma verdadeira plataforma empresarial híbrida de armazenamento em nuvem. Ela pode ser dimensionada para bilhões de objetos, proporcionar usuários múltiplos, garantir imutabilidade e seguir a história de acesso e alteração de objetos onde quer quer se encontrem, em uma LAN local, escritório de filial remote, dispositivo móvel ou na nuvem. Galen Gruman, que segue o mercado móvel para a InfoWorld, foi citado em um blog recente, dizendo: "A Hitachi Content Platform (HCP) anunciada esta semana não é especificamente voltada ao acesso de dados móveis – é isso é uma coisa boa. O recurso móvel não deve ser um silo isolado, mas outro canal para o seu portfolio de endpoints."
Minha previsão está de acordo com a visão da Gartner, segundo a qual a EFSS será integrada no mercado de armazenamento de objetos empresarial.

O que vai ser necessário para o crescimento dos dados?

À medida que a quantidade de dados continua a crescer de petabytes para exabytes e além, nós não seremos mais capazes de gerenciar os dados se eles forem armazenados em silos. O crescimento dos dados também exigirá o acesso e o gerenciamento de novos endpoints e formatos. – Pense máquina para máquina e a Internet das Coisas –nas quais não podemos adotar um enfoque isolado para os endpoints de dados. Nós precisaremos ter um pool de recursos de armazenamento que abrange todos os endpoints e repositórios comuns. Esse pool não precisará ser virtualizado, de modo que ele possa integrar novas tecnologias e se autogerenciar automaticamente baseado em políticas ou eventos de negócios. Não tenho certeza de como tudo vai acontecer, exceto que será necessário evitar soluções de armazenamento em nichos que criem silos de dados.

Você está no lugar certo!

Hitachi Data Systems, Pentaho e Hitachi Insight Group agora são uma só empresa: Hitachi Vantara.

Obtenha mais soluções e inovações em dados de um parceiro que você pode confiar.